Arquivos da categoria: Comunicados

Professores são homenageados na ALESC

Os professores Moacir Heerdt e Marciel Evangelista Caetano foram homenageados em sessão especial da Assembleia Legislativa, destinada à comemoração da Campanha da Fraternidade 2020.  O ato lembrou também o cinquentenário do Regional Sul 4, da CNBB, onde os dois docentes da Unisul exerceram papeis importantes de coordenadores regionais. As homenagens, na sessão presidida pelo deputado Júlio Garcia, foram propostas pelo deputado padre Pedro Baldissera.

A Campanha de 2020  da Igreja Católica tem como lema “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. Em Santa Catarina, O Regional Sul 4 compõe as dioceses de Chapecó, Joaçaba, Caçador, Rio do Sul, Joinville, Lages, Criciúma, Tubarão e a Arquidiocese de Florianópolis. Diversas Pastorais, Organismos e Movimentos estão integrados ao regional e juntos desenvolvem ações sociais e pastorais com o intuito de promover a dignidade humana por meio da mensagem cristã.

Moacir Heerdt é gerente da Rede de Polos do Campus Unisulvirtual e Marciel Caetano atua na Coordenação dos Curso de Filosofia, Serviço Social e Pedagogia.

ProUni: bolsas de estudos nos cursos presenciais e a distância

A Unisul oferece bolsas de estudos nos cursos presenciais e a distância aos pré-selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). Para concorrer a bolsa, além de ter realizado a última prova do Enem (2019), o candidato deve ter obtido a nota mínima de 450 pontos.

Entre os procedimentos de inscrição são necessários criar uma conta de usuário tanto no site do ProUni quanto no Minha Unisul e providenciar a documentação exigida nos respectivos editais.

Os candidatos aos cursos presenciais devem seguir os seguintes procedimentos:

  • Inscrições online na Unisul: até 10/02
  • Agendamento da Entrevista pelo Minha Unisul: até 11/02
  • Divulgação dos pré-selecionados: 04/02
  • Comprovação de Informações: 04/02 a 11/02

Já, os interessados nos cursos a distância, atendem aos requisitos considerando as especificidades da modalidade de ensino.

  • Inscrições online (no site oficial do ProUni): de 28/01 a 01/02
  • Inscrições online na Unisul: de 04 a 10/02
  • Entrega de documentos por Sedex ou e-mail: de 04 a 10/02
  • Entrevista (sem necessidade de Agendamento, a Assistente Social entrará em contato): de 04 a 11/02
  • Divulgação de homologados: 17/02
  • Início das aulas: 10/02 (1º período)

Mais sobre o ProUni

As bolsas concedidas pelo ProUni são destinadas às universidades particulares e comunitárias. As inscrições nos cursos presenciais encerram em 11/02, já no ensino a distância, no dia 14/02. Mais informações pelo 0800 970 7000 ou (48) 3279 1000 para ligações de celular.

Inscrições abertas para pós EaD e o que é melhor: é Unisul

Que tal dar um up na carreira e começar 2020 investindo em uma especialização a distância? A rotina agitada muitas vezes é um dos fatores que dificulta a vida do profissional que deseja qualificar-se e por isso, a UnisulVirtual entra como facilitadora nesta busca por conhecimento e desenvolvimento profissional. As inscrições podem ser feitas até 08 de fevereiro de 2020 pelo portal Unisul.

Uma das características da UnisulVirtual é empregar a autonomia ao proporcionar a flexibilidade de horários, para que o estudante organize seus estudos de acordo com a rotina. As aulas são 100% a distância, no Espaço UnisulVirtual de Aprendizagem (EVA), que reúne também os materiais didáticos, as ferramentas de interação e de apoio pedagógico.

E o que é melhor: é Unisul

Fazer parte da Unisul é ter acesso a uma série de benefícios que contribuem com a formação e ainda podem facilitar o acesso aos estudos. São várias modalidades de benefícios como bolsas de estudos e financiamentos para os estudantes seja do ensino presencial ou a distância, assim como, para quem deseja ingressar tanto na graduação quanto na pós-graduação.

Como ingressar nos cursos de Pós EaD

1) Faça sua inscrição online no site do curso escolhido. Durante essa 1ª etapa é importante:
– observar se a escolha do curso e do convênio (se houver) foram feitas corretamente;
– informar os dados pessoais solicitados;
– assinar eletronicamente o contrato online de prestação de serviços educacionais;
– escolher uma das opções de local para realização das avaliações presenciais.

2) Entregue os documentos solicitados no Edital de Oferta:
– upload no sistema, no momento da inscrição online;
– envio para o endereço da UnisulVirtual; ou
– entrega presencial no Saiac da Unisul.

3) Aguarde a publicação do Edital de Classificados.

Resumo dos documentos solicitados em Edital

– Carteira de Identidade; Registro Nacional de Estrangeiros – RNE (para estrangeiros);
– Cadastro de Pessoa Física (CPF); Diploma de Conclusão de curso de Graduação ou Sequencial de Formação Específica;
– Laudo médico (para candidatos com deficiência, transtorno ou dificuldade de aprendizagem).
*original ou fotocópia autenticada

Datas importantes:

Inscrições online: até 8/2/2020
Upload dos documentos (no MinhaUnisul): até 8/2/2020
Entrega de documentos (presencial): 9/2/2020
Divulgação de classificados: 17/2/2020
Vencimento do boleto: 10/3/2020
Início das aulas: 9/3/2020

O que muda com a implantação das placas do Mercosul?

A proposta da resolução 780 do Conselho Nacional de Trânsito indica que em 31 de janeiro de 2020 passam a valer as novas regras de implantação do novo modelo de emplacamento do Mercosul. Apesar das mudanças o trabalho de fiscalização, por parte dos agentes de trânsito, segue sem grandes alterações.

O professor José Onildo Truppel Filho, também coordenador do curso de Segurança no Trânsito da UnisulVirtual, explica que a principal alteração fica por conta da troca das placas atuais para a nova Placa de Identificação Veicular (PIV) que não é mais obrigatória para quem já possui o veículo e não pretende trocá-lo. “Contudo os veículos já emplacados no sistema atual, não precisarão adotar o novo modelo de placa (PIV), senão por uma das seguintes situações: como a mudança de categoria do veículo; furto, extravio, roubo ou dano de qualquer uma das placas; mudança de município ou de estado ou em caso de necessidade de instalação da segunda placa traseira”, pontua.

Entretanto o proprietário interessado em trocar pela PIV pode realizar o procedimento normalmente e inclusive, consultar como ficará a nova placa. Para isso, o professor Truppel sinaliza que basta trocar o segundo número atual da placa por uma das seguintes letras da PIV:

0 – A
1 – B
2 – C
3 – D
4 – E
5 – F
6 – G
7 – H
8 – I
9 – J

“Assim, se a placa de seu veículo é AAA9999, passará a ser, no novo modelo para AAA9J99”, exemplifica.

Atuação do agente de trânsito

No caso do trabalho de fiscalização prestado pelo agente de trânsito este segue normalmente, no entanto a maior preocupação se dá nos órgãos de trânsito, principalmente os executivos de trânsito dos Estados (Detran), uma vez que são os responsáveis por registrar e licenciar os veículos a partir desta implantação e, com isso, permitir o cadastro das infrações cometidas.

“Além disso, as consultas para identificar o local (município e estado) de licenciamento dos veículos passam a ser muito mais frequentes. Os autos de infração de trânsito, principalmente os eletrônicos, também terão que ser adaptados para aceitar os novos sequenciais alfanuméricos das placas, pois serão diferentes dos atuais”, complementa o professor.

Os agentes necessitam de capacitação para fiscalizar este novo modelo porque haverá um código de barras bidimensionais dinâmico estampado, o QR Code.

“Diante disso, a sua leitura por aparelhos adequados permitirá identificar a originalidade daquela PIV. Para a leitura e identificação do QR Code, será disponibilizado a todos os órgãos que integram o Sistema Nacional de Trânsito, um programa, que está sob a responsabilidade do Denatran”, conclui.

Justiça restaurativa é incorporada ao poder público catarinense

A professora Patricia Santos e Costa da Unisul, presidente da Comissão de Justiça Restaurativa da OAB-SC, esteve recentemente com a procuradora-geral do Estado, Célia Iraci da Cunha, para tratar da nova ferramenta de conflitos decorrente do protocolo de implantação e expansão assinada em outubro.

De acordo com a professora Patricia, a Justiça Restaurativa pode ser aplicada em qualquer ambiente seja pessoal ou profissional e a partir desse protocolo mais profissionais serão capacitados e a metodologia disseminada. “A Justiça Restaurativa não está necessariamente associada ao Poder Judiciário, está por exemplo, em escolas, nas relações familiares, no trabalho, nas questões de trânsito. O objetivo é prevenir a violência e promover a cultura da paz, restaurando as relações entre as pessoas e utilizando práticas colaborativas”.

Num primeiro momento, a tratativa prevê capacitar a administração pública para aplicar e também, para mostrar os benefícios da metodologia. “A Justiça Restaurativa pode e deve ser pensada como política pública para o Executivo catarinense e é importante conhecermos as experiências já vividas nessa seara, bem como estudarmos os fundamentos dessa prática e os resultados”, afirma a procuradora-geral.