Arquivos da categoria: Cursos

Notícias sobre os cursos do Campus Virtual.

Professora apresenta artigo sobre tendências na matemática

Entre as apresentações do V Colóquio Luso-Brasileiro de Educação (Colbeduca) que acontece em Joinville, está o artigo elaborado pela professora e coordenadora de Matemática na UnisulVirtual, Diva Marilia Flemming Luz, sobre a Formação de professores comprometidos com pesquisas e com princípios inovadores na Educação Matemática.

O artigo trata de uma pesquisa da professora Diva em que relata a busca por novas práticas e a evolução delas para o ensino da matemática. Para tal, agregou informações da disciplina de Prática Educativa Alicerçada nas Tendências em Educação Matemática, do curso.

A professora publicou o resumo da pesquisa e o artigo completo deverá ser publicado em março de 2020. A V Colbeduca ocorre nos dias 29 e 30 de outubro, na UDESC de Joinville, em parceria com a Universidade do Minho, de Portugal.

Dia da indústria aeronáutica brasileira é comemorada no dia 17/10

Por Cilene Macedo, jornalista

A indústria aeronáutica brasileira se aproxima dos 50 anos no Brasil, com a inauguração da empresa Embraer, em 1979. Mas há 83 anos, no dia 17 de outubro de 1935, que aconteceu o voo inaugural do Muniz M-7, fabricado pela Companhia Nacional de Navegação Aérea (CNNA), que atingia a velocidade de 190 Km/h. O modelo era um o monomotor utilizado para treinamento de pilotos. A aeronave possuía dois assentos apenas e tinha capacidade para executar acrobacias. O Muniz M-7 foi o primeiro modelo de avião a ser fabricado em série no Brasil.

Claro que não podemos esquecer que muito da história da aviação no Brasil teve início com o Mineiro, Alberto Santos Dumont. O 14 Bis foi o primeiro avião da história registrado e admirado pela população em 1906, em plena Paris. No voo inaugural, o 14 Bis conseguiu percorrer 200 metros. Outros inventores se interessaram pela aviação e tiveram excelentes avanços tecnológicos.

Ainda no século XX, os aviões fizeram parte da primeira guerra mundial (1914 a 1918). No mesmo século, na década de 20, os correios passaram a utilizar os aviões como meio de transporte de cargas. Na década de 30, os voos domésticos já comportavam mais de 20 pessoas a bordo. Em 1945, o Estado criou a escola de engenharia aeronáutica, com o nome Instituto tecnológico de aeronáutica (Ita) e também um centro de pesquisas e desenvolvimento da aeronáutica.

O Brasil sempre se destacou no ramo da indústria aeronáutica em comparação a outras áreas. Um exemplo disso, é que o Brasil investe há quase um século na indústria aeronáutica e ainda não possui fabricação própria de automóveis.  A constante e crescente indústria aeronáutica brasileira promove movimento da economia, cria novos empregos e coloca o país em um patamar mundial. Um exemplo disso, é ter a maior frota urbana de helicópteros do mundo, em São Paulo.

Hoje a Embraer é o grande destaque da indústria aeronáutica nacional, fabricando aviões comerciais, executivos, agrícolas, militares e também peças aeroespaciais, sendo a terceira maior empresa fabricante de aeronaves civis do mundo. Há dois anos a Embraer inaugurou um Centro de Engenharia e Tecnologia (CETE-SC), em Florianópolis, no prédio da incubadora CELTA, no Parque Tecnológico Alfa.

No mesmo setor, o Brasil ainda se destaca como fabricante de helicópteros com a empresa Helibras, fundada em 1978.  A empresa se lançou no mercado mundial com o helicóptero à turbina modelo Esquilo, o mais vendido no mundo até hoje.

Em diversos Estados brasileiros, existem grandes e pequenas empresas fabricantes de aeronaves não só as de grande porte, mas também as menores como bimotores, monomotores elétricos e ultraleves. Na cidade de Palhoça, está instalada a fabricante Wega Industria Aeronáutica. Fundada em 2006, por Jocelito Carlos Wildner, a empresa fabrica além de aeronaves, kits de aeronaves leves. Wildner foi mecânico de aeronaves, formado pela escola da VARIG.

Quer saber mais sobre Ciências Aeronáuticas?

Leia também: Mercado da aviação valoriza profissional graduado para suprir demandas

Cursos de graduação a distância recebem inscrições

A primeira etapa de inscrições nos cursos de graduação EaD para o próximo ano já está disponível e pode ser feita pela análise do histórico escolar. Até o dia 03 de dezembro, o candidato pode acessar o portal Unisul, realizar o procedimento no curso de interesse e seguir os requisitos que constam no edital de oferta. As aulas começam no dia 10 de fevereiro de 2020.

O curso de Ciências Aeronáuticas, um dos mais procurados nesta modalidade, possui um edital próprio devido às especificidades que compõem a estrutura curricular.

A UnisulVirtual oferta mais de 30 cursos superiores de bacharelado, licenciatura e tecnólogos.

Possibilidades: segunda graduação em menos tempo

O programa Segunda Graduação em Menos Tempo permite mais um diploma aos estudantes já graduados em um dos cursos superiores de tecnologia a distância.

Para ingressar, basta inscrever-se no curso de interesse e solicitar o aproveitamento das disciplinas cursadas anteriormente e que sejam compatíveis com a grade curricular do novo curso. A possibilidade é cursar somente as unidades de aprendizagem específicas para conquistar o novo diploma em menos tempo.

A conclusão pode variar de dois a três anos de acordo com o curso superior de tecnologia anteriormente cursado.

Unisul oferta cursos de curta duração a distância a partir de R$ 65,00

Os cursos de curta duração são uma ótima opção para quem busca por conhecimento específico ou atualização.

A UnisulVirtual dispõe de sete cursos que apostam na autoaprendizagem para garantir mais autonomia ao processo de estudos. Os valores variam entre R$ 65,00 a R$ 99,00 e as inscrições podem ser feitas até 07 de outubro pelo portal Unisul.

Os cursos de curta duração com inscrições abertas

Agroturismo e o Desenvolvimento Sustentável no Espaço Rural – para os interessados em desenvolver atividades não agrícolas no espaço rural através do agroturismo e fortalecer as propriedades rurais, especialmente, a agricultura familiar. O investimento é de R$ 99,00.

Comunicação nas Organizações – princípios básicos – apresenta a definição tanto da comunicação interna quanto da comunicação externa nas organizações e sua aplicação, como a ética na comunicação, bem como a questão da responsabilidade social. O investimento é de R$ 65,00.

Educação Financeira e Introdução ao Mercado de Capitais – ensina a usar as ferramentas para controlar finanças, as regras vigentes para poupar e investir, saber como calcular juros e as regras vigentes e o mercado financeiro. O investimento é de R$99,00.

Espanhol básico – Leitura e audição – ensina as expressões básicas a conjugação verbal (passado, presente e futuro) e outros elementos da estrutura gramatical básica. Além de estimular a audição da língua e os diálogos que exercitam os conteúdos. O investimento é de R$65,00.

Inglês Básico – leitura e audição – disponibiliza conteúdos e atividades para o conhecimento básico da língua inglesa no que se refere às habilidades de audição e leitura. O investimento é de R$ 65,00.

Projeto Gráfico e Design: princípios básicos – a abordagem compreende a ideação à execução de um projeto gráfico, bem como softwares que podem ser utilizados e tem como foco a criação e análise de projetos gráficos. O investimento é de R$99,00.

Treinamento e desenvolvimento de pessoas em organizações – apresentará os conceitos de treinamento e desenvolvimento de pessoas na atualidade, as estratégias e os critérios a serem considerados para a avaliação dos impactos na organização. O investimento é de R$99,00.

Mais sobre os cursos de curta duração da UnisulVirtual

O material didático foi projetado para possibilitar a autoaprendizagem por meio da leitura dos conteúdos, webaulas, atividades e assistente educacional para esclarecer as dúvidas técnicas e administrativas.

Para quem já está matriculado na UnisulVirtual existe a possibilidade de validar os cursos como AAACA, basta entrar em contato com o coordenador do respectivo curso de graduação. As aulas começam no dia 17 de outubro.

EaD ajuda a reduzir neurose no trânsito

A tecnologia tem sido a alternativa de sobrevivência aos que não se escapam da neurose produzida, principalmente, pelos problemas de imobilidade, em centros urbanos. Ficar em casa trabalhando, principalmente no horário do rush, descomplica a vida de muita gente, considerando que, em média, o brasileiro vive preso ao trânsito por 2h20 ao dia.

Janete Regina Silveira Moreira, graduada em Ciências Biológicas pela UFSC, gostaria de continuar investindo em sua especialização, procurando fazer a quarta pós-graduação, mas em curso presencial.

Com o drama da imobilidade, Janete acabou convencida a se matricular no MBA Executivo em Liderança e Gestão Organizacional a distância, da Unisul.

A cultura da sala de aula começou a pesar menos diante das dificuldades de se locomover em Florianópolis, uma das cidades com maiores problemas de mobilidade no país e então decidiu trocar o tormento da rodovia – mora em São José – pelo conforto de estudar em casa sem compromisso com horário.

Com a possibilidade de pegar o trânsito aos finais de semana descartado, Janete procurou informações sobre o EAD. “Busquei informações com conhecidos, explorei os conteúdos na Unisul, mas não fiquei satisfeita. Esta coisa toda sem contato com alguém para mim era muito complicado, então liguei para a Unisul e falei com a Michele, que me atendeu e passou as informações. Mesmo assim não foi suficiente, agendei um horário com ela para tirar as dúvidas que tinham ficado. Ela foi muito atenciosa e sabia que se precisasse de alguma coisa teria alguém para recorrer. Quebrei meu preconceito e me inscrevi no curso”.

A aluna do MBA, conta que se surpreendeu, quebrou os seus preconceitos com a modalidade, e exalta o bônus e o ônus da modalidade que exige bem mais dedicação do aluno. “Tem seus pontos positivos: você faz o seu horário, posta as atividades dentro do cronograma, mas no seu tempo, tem um debate no Fórum que é bem interessante. Mas confesso que falta o calor humano, o debate presencial, a network, isto faz falta. Embora, agora que já estou na reta final, o Álvaro fez uma atividade que envolveu mais as pessoas fora do âmbito da disciplina, que acabou com a minha visita ao espaço EAD da Unisul. Uma experiência nova e diferente. Acredito que fiquei aberta para outras oportunidades nesta metodologia”.

MBA Executivo em Liderança e Gestão Organizacional

O curso trabalha na base do desenvolvimento pessoal e profissional, com o olhar voltado à pessoa como um ser total, vai de encontro a suas crenças e evolução na carreira. “Na vida profissional a alterações foram poucas, o processo de mudança está começando por mim, como pessoa, logo irá refletir no profissional. Em coisas como organização do tempo, das prioridades, como me colocar, falar de forma adequada. Vai muito para o autoconhecimento, um olhar para dentro que depois reflete lá fora”.

Sendo isso que o currículo do curso se caracteriza pela reflexão conceitual e orientação prática estruturada em torno de três pilares: liderança, produtividade e gestão da execução. O foco nesses pilares permite um aprofundamento na formação profissional dos administradores e uma contribuição significativa em atender a demanda de qualificação dos gestores.