Arquivos da categoria: EaD

Inscrições abertas para pós EaD e o que é melhor: é Unisul

Que tal dar um up na carreira e começar 2020 investindo em uma especialização a distância? A rotina agitada muitas vezes é um dos fatores que dificulta a vida do profissional que deseja qualificar-se e por isso, a UnisulVirtual entra como facilitadora nesta busca por conhecimento e desenvolvimento profissional. As inscrições podem ser feitas até 08 de fevereiro de 2020 pelo portal Unisul.

Uma das características da UnisulVirtual é empregar a autonomia ao proporcionar a flexibilidade de horários, para que o estudante organize seus estudos de acordo com a rotina. As aulas são 100% a distância, no Espaço UnisulVirtual de Aprendizagem (EVA), que reúne também os materiais didáticos, as ferramentas de interação e de apoio pedagógico.

E o que é melhor: é Unisul

Fazer parte da Unisul é ter acesso a uma série de benefícios que contribuem com a formação e ainda podem facilitar o acesso aos estudos. São várias modalidades de benefícios como bolsas de estudos e financiamentos para os estudantes seja do ensino presencial ou a distância, assim como, para quem deseja ingressar tanto na graduação quanto na pós-graduação.

Como ingressar nos cursos de Pós EaD

1) Faça sua inscrição online no site do curso escolhido. Durante essa 1ª etapa é importante:
– observar se a escolha do curso e do convênio (se houver) foram feitas corretamente;
– informar os dados pessoais solicitados;
– assinar eletronicamente o contrato online de prestação de serviços educacionais;
– escolher uma das opções de local para realização das avaliações presenciais.

2) Entregue os documentos solicitados no Edital de Oferta:
– upload no sistema, no momento da inscrição online;
– envio para o endereço da UnisulVirtual; ou
– entrega presencial no Saiac da Unisul.

3) Aguarde a publicação do Edital de Classificados.

Resumo dos documentos solicitados em Edital

– Carteira de Identidade; Registro Nacional de Estrangeiros – RNE (para estrangeiros);
– Cadastro de Pessoa Física (CPF); Diploma de Conclusão de curso de Graduação ou Sequencial de Formação Específica;
– Laudo médico (para candidatos com deficiência, transtorno ou dificuldade de aprendizagem).
*original ou fotocópia autenticada

Datas importantes:

Inscrições online: até 8/2/2020
Upload dos documentos (no MinhaUnisul): até 8/2/2020
Entrega de documentos (presencial): 9/2/2020
Divulgação de classificados: 17/2/2020
Vencimento do boleto: 10/3/2020
Início das aulas: 9/3/2020

Egresso está entre os vencedores do Prêmio Catarinense de Economia

O bacharel em Ciências Econômicas da UnisulVirtual, Carlos Henrique Gonçalves de Freitas, está entre os vencedores do 21º Prêmio Catarinense de Economia 2019 promovido pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-SC). Carlos conquistou o terceiro lugar na categoria estudante com a sua pesquisa sobre a “Tributação e Desigualdade: um estudo do impacto do ICMS sobre a renda na cidade de Uberlândia”.

A pesquisa resulta no trabalho de conclusão de curso (TCC) elaborado em 2018 sob orientação da professora Joseane Borges de Miranda, coordenadora de Ciências Econômicas. Carlos conta que escrever o projeto que meses depois concorreria ao Prêmio foi desafiador, porém positivo ao mesmo tempo.

“Tentar desenvolver um trabalho que permitisse unir um único texto a maior parte de contribuições de disciplinas estudadas ao longo de um período de tempo bem amplo era instigante. Mais adiante, foi também necessário obter dados empíricos de diversas agências brasileiras sobre o comportamento econômico dos agentes estudados no projeto. Foi muito interessante e gratificante”.

Ainda destaca a orientação da professora Joseane que foi imprescindível nesse processo. “Foi decisiva, pois permitiu definir de forma clara o formato do trabalho, objetivos compatíveis e valiosas contribuições sobre o conteúdo trabalho”.

A inscrição no Prêmio Catarinense de Economia representa uma forma de valorizar o diploma e de compartilhar aquilo que Carlos estudou e produziu. “Inicialmente perguntei a professora Joseane se ela achava que o trabalho tinha um nível adequado para ser submetido, como ela confirmou isso, submeti”, lembra.

Estar entre os três vencedores tem um significado muito especial pelo empenho individual de um aluno, a relevância do a importância do curso a distância e a gratidão por quem esteve presente na elaboração desse projeto. “O Prêmio é o reconhecimento extra de meu esforço e uma forma de agradecer a ajuda que recebi da Unisul em meu projeto de segunda certificação, em especial à professora Joseane, que sempre foi muito compreensiva e profissional ao longo do curso”, atribui Carlos.

Quanto ao potencial do ensino a distância, Carlos ressalta sua dedicação em cumprir os prazos, realizar as atividades de forma correta e aprender além do que era exigido no decorrer do curso. “O que desejo com essas palavras é afirmar que alunos do EaD devem ter claro para si que o curso oferece o básico necessário para em seu próprio ritmo e esforço, alcance mais”.

A publicação disponível para consulta no Riuni

O trabalho já soma mais 270 downloads e está entre os mais acessados no Repositório Institucional da Unisul (Riuni). A cerimônia de premiação está marcada para 16 de dezembro, durante a 12ª e última sessão plenária deste ano do Corecon-SC, no Lira Tênis Clube, Centro da Capital.

O que muda com a implantação das placas do Mercosul?

A proposta da resolução 780 do Conselho Nacional de Trânsito indica que em 31 de janeiro de 2020 passam a valer as novas regras de implantação do novo modelo de emplacamento do Mercosul. Apesar das mudanças o trabalho de fiscalização, por parte dos agentes de trânsito, segue sem grandes alterações.

O professor José Onildo Truppel Filho, também coordenador do curso de Segurança no Trânsito da UnisulVirtual, explica que a principal alteração fica por conta da troca das placas atuais para a nova Placa de Identificação Veicular (PIV) que não é mais obrigatória para quem já possui o veículo e não pretende trocá-lo. “Contudo os veículos já emplacados no sistema atual, não precisarão adotar o novo modelo de placa (PIV), senão por uma das seguintes situações: como a mudança de categoria do veículo; furto, extravio, roubo ou dano de qualquer uma das placas; mudança de município ou de estado ou em caso de necessidade de instalação da segunda placa traseira”, pontua.

Entretanto o proprietário interessado em trocar pela PIV pode realizar o procedimento normalmente e inclusive, consultar como ficará a nova placa. Para isso, o professor Truppel sinaliza que basta trocar o segundo número atual da placa por uma das seguintes letras da PIV:

0 – A
1 – B
2 – C
3 – D
4 – E
5 – F
6 – G
7 – H
8 – I
9 – J

“Assim, se a placa de seu veículo é AAA9999, passará a ser, no novo modelo para AAA9J99”, exemplifica.

Atuação do agente de trânsito

No caso do trabalho de fiscalização prestado pelo agente de trânsito este segue normalmente, no entanto a maior preocupação se dá nos órgãos de trânsito, principalmente os executivos de trânsito dos Estados (Detran), uma vez que são os responsáveis por registrar e licenciar os veículos a partir desta implantação e, com isso, permitir o cadastro das infrações cometidas.

“Além disso, as consultas para identificar o local (município e estado) de licenciamento dos veículos passam a ser muito mais frequentes. Os autos de infração de trânsito, principalmente os eletrônicos, também terão que ser adaptados para aceitar os novos sequenciais alfanuméricos das placas, pois serão diferentes dos atuais”, complementa o professor.

Os agentes necessitam de capacitação para fiscalizar este novo modelo porque haverá um código de barras bidimensionais dinâmico estampado, o QR Code.

“Diante disso, a sua leitura por aparelhos adequados permitirá identificar a originalidade daquela PIV. Para a leitura e identificação do QR Code, será disponibilizado a todos os órgãos que integram o Sistema Nacional de Trânsito, um programa, que está sob a responsabilidade do Denatran”, conclui.

Justiça restaurativa é incorporada ao poder público catarinense

A professora Patricia Santos e Costa da Unisul, presidente da Comissão de Justiça Restaurativa da OAB-SC, esteve recentemente com a procuradora-geral do Estado, Célia Iraci da Cunha, para tratar da nova ferramenta de conflitos decorrente do protocolo de implantação e expansão assinada em outubro.

De acordo com a professora Patricia, a Justiça Restaurativa pode ser aplicada em qualquer ambiente seja pessoal ou profissional e a partir desse protocolo mais profissionais serão capacitados e a metodologia disseminada. “A Justiça Restaurativa não está necessariamente associada ao Poder Judiciário, está por exemplo, em escolas, nas relações familiares, no trabalho, nas questões de trânsito. O objetivo é prevenir a violência e promover a cultura da paz, restaurando as relações entre as pessoas e utilizando práticas colaborativas”.

Num primeiro momento, a tratativa prevê capacitar a administração pública para aplicar e também, para mostrar os benefícios da metodologia. “A Justiça Restaurativa pode e deve ser pensada como política pública para o Executivo catarinense e é importante conhecermos as experiências já vividas nessa seara, bem como estudarmos os fundamentos dessa prática e os resultados”, afirma a procuradora-geral.

UnisulVirtual e Cresol Base Sul SC/RS celebram formatura em Jaguaruna

Parceria entre UnisulVirtual e Cresol Base Sul SC/RS é celebrada com solenidade especial dedicada aos formandos do curso de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas de Crédito

As intensas transformações que impactam a sociedade contemporânea demandam das instituições estratégias que visam desenvolver produtos, serviços e soluções diferenciadas, as quais estejam aderentes tanto às necessidades quanto às exceptivas de seus usuários. E é a partir desta premissa que a UnisulVirtual vem firmando importantes parcerias.

A UnisulVirtual e a Cresol Base Sul SC/RS já são parceiras desde 2018. O convênio de cooperação tem como propósito a formação e aperfeiçoamento do quadro de gestores, colaboradores e associados da referida Base. A partir desse convênio foi criada uma turma exclusiva no curso de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas de Crédito da UnisulVirtual, visando gerar conhecimento para qualificar as políticas internas da Cresol Base Sul.

Passado um ano e meio do início da parceria, período marcado por muitos estudos, pesquisas e intervenções in loco dos pós-graduandos, os resultados foram surpreendentes, ensejando, inclusive, uma solenidade especial para socialização dos trabalhos de conclusão no curso, a qual ocorreu no município de Jaguaruna.

A solenidade foi marcada por muita alegria e emoção dos formandos, os quais apresentaram seus trabalhos de conclusão de curso que transitam por diversas temáticas como: novos modelos de negócios, gestão operacional, gestão de pessoas, atendimento ao público, perfil do associado no espaço rural, desenvolvimento regional, atendimento personalizado, acessibilidade, marketing e marketing de relacionamento entre outras.

Finalizadas as apresentações e a socialização dos trabalhos a palavra foi passada as autoridades que compuseram a mesa, a saber: o Presidente da Cresol Base Sul SC/SC, Madson Dácio Felisbino, o Coordenador do curso de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas de Crédito da UnisulVirtual, professor João Antolino, o Representante do Campus UnisulVirtual, professor Marcelo Tavares, o Consultor de formação e aperfeiçoamento, professor Marcos Rodrigues da Silva e a Docente do curso Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas de Crédito, professora Elisete Della Giustina.

As autoridades enalteceram a relevância dos trabalhos apresentados, os quais trarão importantes contribuições na qualificação e fortalecimento das políticas internas do sistema Cresol Base Sul SC/RS. Isso porque, além do ineditismo, os trabalhos estão alinhados aos princípios que norteiam o sistema, em especial, a solidariedade e a humanização nos serviços prestados, bem como a missão institucional que é prestar soluções financeiras com excelência por meio do relacionamento para gerar desenvolvimento dos cooperados, de seus empreendimentos e da comunidade.

O formando Wagner Ribeiro Albino, assistente de Gestão de Cooperativas de Crédito, destacou que a especialização foi de suma importância para expandir ainda mais a compreensão sobre as cooperativas financeiras, suas formas de atuação e sua relevância para o desenvolvimento regional. “A Unisul está de parabéns pela qualidade e apoio dispensados aos estudantes durante a trajetória do curso. Sempre temos que estar atentos aos desafios do mercado, e as cooperativas de crédito, como instituição financeira, devem estar sempre preparadas para as mudanças do mercado financeiro, não esquecendo seus princípios e sua missão”, ressalta.