Arquivos da categoria: Pesquisa

Notícias relativas a pesquisas realizadas por colaboradores, professores e alunos do Campus Virtual.

Nem tudo que reluz é “Áurea”​

 

Por Guilherme Araujo Silva

“Dias atrás, fui questionado por um amigo sobre a diferença entre o preconceito que sofrem os negros daquele que sofrem os brancos. Ele branco disse: “- Ah, mas eu também já fui parado numa loja e questionado sobre o preço de um dos produtos.”

Diante da abordagem, respondi com um outro exemplo: “Outro dia era convidado de um evento, estava de camisa, social e sapato, e mesmo assim, fui abordado no corredor de uma empresa e demandado por apoio técnico”.

Entenderam a diferença? Para muitos, a cor da pele determina a posição social. Não é uma questão de vestimenta, apenas.

Minha irmã foi abordada em um hotel de Ouro Preto e questionada sobre os serviços de hospedagem. Apesar de estar vestindo traje casual.

Na Toca de Paulo Lopes, comunidade quilombola sobre a qual escrevi em minha dissertação de mestrado, há nítida separação entre crianças brancas e negras na escola, mesmo que a constituição pregue que somos todos iguais.

Sendo assim, informo aos incrédulos que: O preconceito contra as minorias existe sim. E é real. Histórico.

E o preconceito é tão cotidiano e são tantas as vezes em que isso ocorre, que você até fica sem ação.

Certa vez era estagiário em uma agência de propaganda e fui convidado a estrelar uma propaganda, pois, de acordo com minha chefe, o modelo que havia estava previamente selecionado tinha “cara de macaco”;

Já escutei muitas vezes: ah, mas você não é negro; seus traços são finos (como assim?);

Já escutei de uma garçonete em um restaurante que no nordeste não havia apenas pessoas negras, mas também pessoas bonitas.

Já fui revistado em batida policial. Em lojas já perdi as contas de quantas vezes fui perseguido por seguranças e por aí vai …

Não, nunca é por acaso. Podem ser movimentos determinados pelo inconsciente, mas nunca é por acaso. Foi a nossa história, o nosso passado(?) escravista que levou a isso.

Há quem discorde da minha posição, mas com a vida tenho aprendido que a realidade não agrada a todos e abro minhas experiências para a identificação pelos meus pares. Para quem, como eu, luta contra o preconceito. Para quem, como eu, sofre com o mesmo.

Hoje, 13 de maio, dia da abolição da escravatura, dia em que a sociedade se abre para conversar a respeito, o que proponho é uma breve reflexão sobre essa questão para não deixar que este dia também passe em branco …”

{ Guilherme Araujo Silva é Publicitário, Gestor de Marketing e Mestre em Ciências da linguagem pela Unisul }

Fonte: Linkedin. https://www.linkedin.com/pulse/nem-tudo-que-reluz-%C3%A9-%C3%A1urea-guilherme-araujo-silva/

Ao planejar carreira, egresso embarca para o mestrado em Portugal

Renato Ripoll é um exemplo de como aproveitar as oportunidades para conquistas pessoais e profissionais. Há alguns anos iniciou a primeira graduação e não parou por aí. Depois de concluir as especializações, foi aprovado para o mestrado na Universidade do Porto (Portugal).

Ao todo foram três cursos superiores e mais as especializações pela UnisulVirtual, pois seus objetivos eram complementar o currículo, conhecer melhor os clientes da empresa que trabalhava na época e melhorar os serviços.

Enquanto colecionava graduações, Renato também se destacava no mercado de trabalho o que aumentava ainda mais a vontade de seguir com os estudos. “Meu foco era evoluir. Quando terminei minhas graduações e as especializações na Unisul, eu já possuía a vontade de fazer um mestrado fora do Brasil”, diz Renato.

Sempre muito criterioso em suas escolhas acadêmicas, Renato conta que começou a planejar e procurar a melhor maneira de alcançar este novo objetivo. “Nos últimos dois anos, eu trabalhei muito com consultoria e treinamento, me preparando financeiramente para reduzir meu ritmo de trabalho durante o mestrado e poder custeá-lo. Quando decidi que já era hora de buscar uma instituição estrangeira, iniciei uma pesquisa por mestrados nas áreas que considerei mais vitais para os negócios no contexto do nosso mundo atual”.

Foi então que Renato elegeu a Universidade do Porto como a melhor opção por ser uma universidade pública e a mais conceituada de Portugal. O que torna os seus cursos de mestrado e doutorado, bem concorridos. “Logo após a minha candidatura obtive a informação de que graduados nas áreas administrativas sofreram uma redução no seu score em relação a áreas de ciências sociais e políticas, justamente para o curso de mestrado que eu havia escolhido”.

Os candidatos, teriam que passar por três etapas de avaliação, ao saber disso, Renato ficou um pouco apreensivo, mas lembrou de muitas coisas que aprendeu com seus professores na Unisul. “Parecia que estava relembrando das aulas e das técnicas durante todo o processo de seleção. Eu me senti seguro e segui no processo seletivo; foi quando obtive a resposta que havia sido aprovado já na primeira etapa. Fiquei muito feliz, porque era justamente o que eu queria, me senti realizado e agradecido”, relembra.

Agora aprovado, Renato começa mais um ciclo, que foi planejado e estava preparado para encarar. “Hoje, sei que estou iniciando um novo ciclo de reciclagem, aprendizado e evolução. Mas, não poderia dar esse passo sem agradecer por tudo que aprendi, por todos os conselhos que recebi e por toda atenção que a Unisul teve comigo. Muito, mas muito obrigado por tudo Unisul”, comemora.

Revista publica materiais relacionados à gestão sustentável

A Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental divulga nesta 19ª edição artigos e estudos de caso sobre os fatores que demandam gestão aprimorada e propostas sustentáveis diante dos aspectos do cotidiano relacionados ao desenvolvimento e uso de ferramentas tecnológicas para uma gestão mais sustentável. A Revista está disponível no portal de periódicos da Unisul.

O professor Jairo Henkes, editor da RGSA e coordenador do curso de Gestão Ambiental a distância da Unisul, conta que são 30 novos artigos que versam sobre os diferentes temas ambientais: “que revelam aspectos de sustentabilidade ambiental, como os biológicos, dinâmica de microrganismos, prevenção e mitigação de problemas ambientais, de gestão urbana, gestão empresarial e sustentabilidade, seja no uso do solo e recursos hídricos”.

Na seção de Estudos de Caso, são nove trabalhos que destacam a sustentabilidade e os indicadores de desempenho ambiental aplicáveis em áreas remotas, áreas urbanizadas, setores produtivos específicos, soluções técnicas para diferentes problemas e impactos ambientais.

Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental

A Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental iniciou as publicações em 2012, com volumes anuais e duas edições em cada volume, sendo editada uma nova edição a cada semestre. E ao longo destes anos, os números de submissões e de publicações aumentaram exponencialmente.  “Cada volume sequenciado contribuiu na demanda e frequência de submissões, proporcionando à tomada de decisão de seu Conselho Editorial, para se ampliar o número de edições ordinárias, que tinha inicialmente periodicidade semestral para uma periodicidade trimestral”, destaca Jairo.

Com sete volumes já publicados, Jairo analisa os resultados satisfatórios e encerra 2018 com a quinta edição publicada neste ano. “Ao longo de suas primeiras dezoito edições, foram submetidos, avaliados, revisadas e aprovados inúmeros trabalhos, que resultaram na publicação mais de quatrocentos e cinquenta publicações entre artigos e estudos de caso, organizados e apresentados em diversas áreas temáticas, recebendo a contribuição de autores de diferentes regiões do país e do mundo”.

Cooperação entre Unisul e Casan concede descontos em mensalidades dos cursos

A parceria entre a Unisul e a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) recebeu o aditivo que entre os benefícios, aplica condições especiais como o desconto entre 10% e 20% nas mensalidades dos cursos nas modalidades presencial e a distância aos servidores, cônjuges e dependentes. O termo aditivo foi assinado nessa segunda-feira (10), pelo reitor da Unisul, Mauri Luiz Heerdt, pelo presidente Adriano Zanotto, pelo diretor administrativo Arnaldo Venício de Souza, ambos da Casan.

O termo de cooperação técnica foi assinado em maio (2018), com a proposta de ampliar as possibilidades de capacitação de recursos humanos da Companhia e também proporcionar estágios curriculares, espaços direcionados para a realização de visitas técnicas guiadas, estudos de caso e observações científicas aos estudantes da Unisul.

Benefícios do termo entre Unisul e Casan

O termo aditivo se aplica aos ingressantes até o semestre 2020/2, com validade até a conclusão do curso. Neste termo, são considerados dependentes o cônjuge ou companheiro (união estável), filhos, enteados ou sob guarda judicial, assim como todas as demais formas legais até 18 anos. Também podem ser contemplados filhos solteiros até 24 anos completos, se universitários e sem economia própria, assim como outros casos que serão avaliados mediante processo para comprovação de dependência econômica.

A comprovação de vínculo funcional com a Casan e respectivos dependentes deve ser feita por meio de declaração a ser solicitada à GUC/DIAPS, pelos e-mails: Franciele (fmelotti@casan.com.br) e Sabrina (sabrina@casan.com.br).

Saiba mais:

Unisul e Casan firmam parceria para inovar nos ambientes de aprendizagem e desenvolvimento de projetos

Refinanciamento: segundo período está disponível

Os alunos com mensalidades atrasadas, podem refinanciar o débito até o dia 25 de janeiro. Nessa etapa, os débitos podem ser parcelados em até 5x sem juros e a matrícula para o próximo semestre será liberada.

Uma das opções é o Auto Refinanciamento, que pode ser feito no Minha Unisul > Meu Financeiro > Auto Refinanciamento ou procurar o Saiac da Unidade onde realiza o curso.

Para os estudantes do ensino a distância, a negociação também pode ser formalizada via Minha Unisul, pelo Protocolo On-line > Saiac On-line. Neste procedimento é necessário manter os dados pessoais, principalmente o número de telefone, atualizados no sistema acadêmico, pois é por meio deles que a Universidade entrará em contato para efetuar o refinanciamento após a solicitação. O contrato será enviado por e-mail após o acordo firmado pelo contato telefônico e deverá ser postado através de SEDEX à UnisulVirtual no prazo máximo de 48h, juntamente com a documentação exigida. Além disso, o contrato de refinanciamento deverá ter assinatura reconhecida em cartório. Vale ressaltar que os alunos que permanecerem em débito não poderão matricular-se neste semestre.

Mais informações com a central de relacionamento pelo 0800 970 7000 ou 48 3279 1000, para ligações de celular.

Tire suas dúvidas e saiba como solicitar o Refinanciamento