Arquivos da categoria: Promoção

Animação é produzida por graduado na UV

O egresso, João Antunes Jr., do curso de Produção Multimídia da UnisulVirtual, lança um curta de animação intitulado “Sparkable”. Em produção há cinco meses, o filme é feito em animação 2D frame a frame e com duração em torno de quatro minutos. A previsão é finalizar entre março e abril de 2019. Na página do Facebook já está disponível o trailer e os progressos da produção: https://www.facebook.com/antunesketch

Ficha técnica:

Direção e animação: João Antunes Jr.
Roteiro e concept art: João Antunes Jr. e Cristina Santos.
Música: Lazerpunk

As redes de fornecimento de conteúdo e o impacto nos Datacenters

Grande parte do tráfego mundial de dados se refere a produtos de entretenimento, redes sociais, vídeos sob demanda, bancos online e compras. Nem todos estes conteúdos utilizam as CDNs (Content Delirery Networks), as redes de fornecimento de conteúdo. Esse assunto foi o tema da pesquisa do Trabalho de Conclusão de Curso, de Luis Fernando Demétrio, da pós-graduação em Datacenter: Projeto, Operação e Serviços, da UnisulVirtual, orientado pelo professor Mauro Faccioni.

De acordo com Luis Demétrio, as CDNs instaladas nas redes de provedores de acesso e conteúdo são fundamentais para melhorar a qualidade da experiência ao usuário, como por exemplo, as redes sociais. “Você sabia que suas redes sociais estão mais próximas de você do que você imagina? Isso deve-se ao fato de você estar utilizando as CDN, que nada mais são que redes de distribuição de conteúdo. Exemplificando, são redes que entregam os conteúdos ou serviços, instalando servidores em Datacenters geograficamente mais próximos dos usuários, colocando os servidores nas infraestruturas dos provedores de internet”, esclarece.

Luis ainda explica que quando o usuário se conecta a uma aplicação do Netflix, ao solicitar um vídeo, se chega a um servidor central e este identifica que existem servidores mais próximos de usuário, como os do Netflix que distribuem o mesmo conteúdo que o servidor central. “Deste modo, agora você passará a utilizar de tal servidor para consumir todos os conteúdos do Netflix.  Pelo servidor está geograficamente mais próximo de você, sua experiência em qualidade de conteúdo ficará muito mais satisfatória e consequentemente mais rápida. Alguns dos maiores provedores de conteúdo que utilizam as CDN, são Facebook, Google e Netflix. Existem também companhias especializadas em alocar suas estruturas para terceiros distribuir conteúdos privados, exemplo Akamai e Amazoncloudfront”, explica o Luis.

A pesquisa que deu origem ao trabalho de conclusão de curso de Luiz Demétrio para a conclusão da pós-graduação em Datacenter: Projeto, Operação e Serviços, da UnisulVirtual, foi publicada recentemente na Revista RTI – Redes, Telecom e Instalações. Para ler o artigo, basta acessar, o Aqui.

CDN – Saiba mais
O conceito de CDNs – Content Delivery Networks foi criado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts em meados dos anos 1990 através de um projeto acadêmico para descrever um sistema de computadores interligados pela Internet com objetivo de fornecer conteúdos de maneira transparente aos sistemas finais.

Aprendendo a ser negro

Por Guilherme Araujo Silva, Mestre em Ciências da Linguagem, Gerente de Relacionamento e Mercado da UnisulVirtual

Outro dia li em um veículo de comunicação da internet, que não lembro qual, o depoimento de uma senhora, que afirmava que apenas aos 65 anos aprendeu que era negra. De início me questionei: como assim, aprendendo a ser preta? Como alguém, em 2018, poderia não entender-se negra tendo a pele preta?

Depois de muito analisar sobre essa situação, passei a me questionar a respeito…

Como homem negro, eu mesmo havia sido vítima desse apagamento. Lembrei da repetição de enunciados relacionados a uma possível origem familiar italiana e alemã que foram constantes durante toda a minha infância. Também recordei da minha primeira certidão de nascimento, a qual não indicava a cor. E ainda hoje reflito sobre as inúmeras vezes em que sou chamado de moreno, em vez de negro.

A partir das minhas experiências, analiso que em alguns casos o racismo se apresenta de maneira a ocultar seus vestígios, de maneira velada, impedindo ao sujeito negro e a sociedade de perceberem-se nesse lugar. Todavia, isso não impede sua existência. Não é à toa que diariamente surgem denúncias relacionadas ao racismo por atrizes, atores, atletas e outras celebridades. Também não impede que as mulheres negras sejam as principais vítimas da violência contra mulheres e que os jovens negros e de baixa escolaridade sejam as principais vítimas de homicídio.

Enquanto sociedade, não podemos negar. Houve sim a escravização de índios e negros no Brasil. E ela provocou um verdadeiro holocausto, vitimando milhões de pessoas. E isso se reproduz e se repete até os dias de hoje.

Se por um lado, o movimento de alguns é de não retomar a memória da escravização, por outro haverá quem a invalide ou quem retome essas memórias produzindo efeitos de sentido preconceituosos.

Por essa razão, sou favorável ao estabelecimento do dia da Consciência Negra, pois o mesmo possibilita a reflexão por toda a sociedade de uma questão que é constitutiva da nossa nação. Em Israel, por exemplo, há um dia para lembrarem do Holocausto e aqui não pode ser diferente. A consciência da nossa história é a melhor maneira de combatermos o preconceito.
Axé.

Matrícula: aberto o primeiro período para graduação no próximo semestre

Está aberto o primeiro período de matrícula dos estudantes veteranos para o semestre 2019/1, nos cursos de graduação presenciais e a distância até o dia 07/12.

Nesta etapa o plano de pagamento será em seis parcelas e para os alunos da UnisulVirtual, estão disponíveis todas as unidades de aprendizagem período.

Passo a passo para realizar a matrícula 2019/1

1. Acesse o MinhaUnisul;
2. Digite seu nome de usuário e senha;
3. Acesse o banner da matrícula 2019/1 ou pelo menu “Acadêmico > Matrícula >Matricular-se em uma turma”;
4. Escolha o Ciclo Letivo;
5. Leia e aceite o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais;
6. Clique em “Matricular-se”;
7. Abra o semestre de interesse e visualize as disciplinas/unidades de aprendizagem vinculadas ao seu currículo, disponíveis para matrícula;
8. Se necessário, utilize a opção “Localizar Turmas Equivalentes” para buscar turmas equivalentes quando não houver oferta da disciplina/unidade de aprendizagem no semestre;
9. Selecione as disciplinas/unidades de aprendizagem que deseja cursar no semestre 2018/2 e clique em “Adicionar”;
10. Após selecionar as disciplinas, o sistema atualiza o status de matrícula (matriculado, erros encontrados ou indisponível);
11. Clique em “Concluir”.

Tire suas dúvidas sobre a matrícula nos cursos presenciais e a distância aqui

Para saber mais sobre os cursos da Unisul

Todas as informações sobre os cursos estão disponíveis no portal Unisul ou com a central de relacionamento pelo 0800 970 7000 ou (48) 3279 1000 para ligações de celular.

Curso de História recebe inscrições na modalidade a distância

O curso de História é uma das graduações tradicionais da Unisul, na modalidade de licenciatura, com aulas no Campus Tubarão. E para o próximo ano, se estende ao ensino a distância, ofertado em bacharelado pela UnisulVirtual. O curso tem a duração de três anos, com mensalidade média de R$ 390, nas unidades de aprendizagem do segundo período.

Os interessados podem participar do processo seletivo de análise do histórico escolar. As inscrições podem ser feitas até 26/11, no site da Unisul.

Curso de História da UnisulVirtual

De acordo com a professora Rosa Beatriz Pinheiro Madruga, coordenadora do curso de História na UnisulVirtual, os estudantes terão, ao longo de três anos, disciplinas e técnicas de resgate de informação e desenvolvimento de conhecimento. “Além disso, servem como bases para o exercício da profissão, cujo papel é de contribuir ao resgate da memória da humanidade, de forma a ensejar uma melhor compreensão do desenvolvimento humano”.

O Curso apresenta uma abordagem interdisciplinar voltada à compreensão das relações entre as dimensões históricas, econômicas, gerenciais, culturais, ecológicas e sociais ao promover a integração das áreas de conhecimento da Universidade e resgatar a história de cada região se faz presente e o estudante está inserido.

Quem é o bacharel em história?

Conhecido como historiador, pode atuar em instituições de pesquisa, por exemplo, no Arquivo Nacional, Museu de Astronomia, Fundações,  Biblioteca Nacional, entre outras instituições sejam públicas ou privadas que trabalham com acervos e galerias. Já a licenciatura, forma professores para o ensino fundamental e médio.

Inscrições

Nesta etapa que encerra em 26/11, estão disponíveis as unidades de aprendizagem do segundo período. Para realizar a inscrição basta acessar o site do curso de História no portal Unisul, escolher o processo seletivo, preparar a documentação e seguir com os procedimentos solicitados de acordo com o edital. Mais informações pelo 0800 970 7000 ou (48) 3279 1000 para ligação de celular.