Ao planejar carreira, egresso embarca para o mestrado em Portugal

Renato Ripoll é um exemplo de como aproveitar as oportunidades para conquistas pessoais e profissionais. Há alguns anos iniciou a primeira graduação e não parou por aí. Depois de concluir as especializações, foi aprovado para o mestrado na Universidade do Porto (Portugal).

Ao todo foram três cursos superiores e mais as especializações pela UnisulVirtual, pois seus objetivos eram complementar o currículo, conhecer melhor os clientes da empresa que trabalhava na época e melhorar os serviços.

Enquanto colecionava graduações, Renato também se destacava no mercado de trabalho o que aumentava ainda mais a vontade de seguir com os estudos. “Meu foco era evoluir. Quando terminei minhas graduações e as especializações na Unisul, eu já possuía a vontade de fazer um mestrado fora do Brasil”, diz Renato.

Sempre muito criterioso em suas escolhas acadêmicas, Renato conta que começou a planejar e procurar a melhor maneira de alcançar este novo objetivo. “Nos últimos dois anos, eu trabalhei muito com consultoria e treinamento, me preparando financeiramente para reduzir meu ritmo de trabalho durante o mestrado e poder custeá-lo. Quando decidi que já era hora de buscar uma instituição estrangeira, iniciei uma pesquisa por mestrados nas áreas que considerei mais vitais para os negócios no contexto do nosso mundo atual”.

Foi então que Renato elegeu a Universidade do Porto como a melhor opção por ser uma universidade pública e a mais conceituada de Portugal. O que torna os seus cursos de mestrado e doutorado, bem concorridos. “Logo após a minha candidatura obtive a informação de que graduados nas áreas administrativas sofreram uma redução no seu score em relação a áreas de ciências sociais e políticas, justamente para o curso de mestrado que eu havia escolhido”.

Os candidatos, teriam que passar por três etapas de avaliação, ao saber disso, Renato ficou um pouco apreensivo, mas lembrou de muitas coisas que aprendeu com seus professores na Unisul. “Parecia que estava relembrando das aulas e das técnicas durante todo o processo de seleção. Eu me senti seguro e segui no processo seletivo; foi quando obtive a resposta que havia sido aprovado já na primeira etapa. Fiquei muito feliz, porque era justamente o que eu queria, me senti realizado e agradecido”, relembra.

Agora aprovado, Renato começa mais um ciclo, que foi planejado e estava preparado para encarar. “Hoje, sei que estou iniciando um novo ciclo de reciclagem, aprendizado e evolução. Mas, não poderia dar esse passo sem agradecer por tudo que aprendi, por todos os conselhos que recebi e por toda atenção que a Unisul teve comigo. Muito, mas muito obrigado por tudo Unisul”, comemora.