Curso de Internet das Coisas inova a oferta de pós a distância

A pós-graduação em IoT: Internet das Coisas passa a integrar o portfólio de cursos da UnisulVirtual e tem como proposta aplicar os conhecimentos nas questões técnicas e soluções de negócios de forma integrada. As inscrições podem ser feitas até 01/02 pelo site da Unisul.

A revolução com a IoT

Além de um conceito, a Internet das Coisas, IoT (sigla mundial para Internet of Things) é uma das tecnologias que têm impactado na vida humana. Atualmente 48% dos aparelhos como eletrodomésticos, eletro portáteis, máquinas industriais, meios de transporte estão conectados e cada vez mais aproxima o mundo digital do físico através dos dispositivos que se comunicam com as nuvens e datacenters. A estimativa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aponta que as iniciativas que envolvem a IoT até 2025 movimentarão em torno de U$$ 132 bilhões na economia brasileira.

O professor Mauro Faccioni, coordenador da pós-graduação em IoT: Internet das Coisas, da UnisulVirtual, explica que nos anos 90 quando as empresas passaram a usar a internet ainda não se sabia das transformações que estavam por vir.  “A televisão está na internet, o telefone, os jogos, os softwares de trabalho, os mapas, tudo, tudo passa pela internet.  E a próxima revolução está chegando com a IoT porque a partir de agora, a internet não estará apenas nos computadores e celulares, mas em cada objeto do nosso cotidiano, como relógios, óculos, geladeiras, nas roupas, nos carros, nos semáforos, nas gôndolas do supermercado e em praticamente quase tudo que podemos imaginar.   Com tudo conectado já começam a surgir softwares, aplicações, que usam esses artefatos para resolver importantes problemas, como por exemplo, a área da saúde”.

E por falar em saúde, esta é uma das áreas que mais se beneficiará com a IoT segundo o professor Mauro, que está na Universidade de Bristol (Reino Unido), como Senior Research Fellow (pesquisador sênior), para estudar as estruturas de redes que já aplicam a tecnologia na coleta de dados . “Pessoas com dispositivos simples como relógios, tênis e outros acessórios (inclusive tecidos computadorizados) emitem informações que são processadas pelos centros de saúde e clínicas, visando dar apoio às pessoas no seu controle diário.  Isso terá um impacto fenomenal, pois permite trabalhar com a prevenção aos problemas, e não com o tratamento.  O tratamento é sempre caro e traz efeitos colaterais. A prevenção é saudável, barata e permite disposição para as pessoas.  Isso é um dos grandes temas que tenho estudado no momento, e que é diretamente ligado ao curso que estamos criando”, explica.

A ecologia também está muito próxima da IoT com um projeto desenvolvido dentro da própria Universidade em parceria com o curso de Ciências Ambientais. “Obtivemos um projeto de pesquisa para análise de poluição em Santa Catarina.  Esse projeto é vinculado ao tema da ecologia e utiliza dispositivos IoT distribuídos no estado de Santa Catarina para coleta de informações em tempo real, algo que a internet das coisas facilita muito”, destaca professor Mauro.

E para aproveitar as oportunidades nos mais diversos segmentos, o curso de pós-graduação em IoT: Internet das Coisas, lançado pela UnisulVirtual, tem como premissa desenvolver no profissional sua capacidade de gerar conhecimento aplicável como por exemplo em áreas como saúde, indústria, economia, agricultura e muitas outras que serão abordadas com o foco em Internet das Coisas.

A pós em IoT: Internet das Coisas

O curso é pioneiro e está na vanguarda em termos de currículo e tecnologias pensado para quem deseja, independente da área de formação e atuação,  aprofundar os conhecimentos em IoT e aliar teoria, técnica e prática, esclarece Mauro Faccioni. “Não é um curso para aprender programação ou eletrônica, pois esses cursos são relativamente fáceis de encontrar e estão disponíveis até mesmo gratuitamente.  O problema central é:  como usar a IoT para criar aplicações, sistemas e plataformas realmente úteis para a sociedade e para os negócios?  Como transformar conhecimentos técnicos em negócios?”.

Em termos de conteúdo, as unidades de aprendizagem do Curso são bem técnicas e compõem um primeiro bloco de formação. “Esse bloco apresenta toda a base conceitual da Internet das Coisas, e introduz ferramentas e ambientes populares de uso da IoT.  Mas não é necessário saber linguagens de programação ou conhecer eletrônica.  Faremos isso dentro do curso usando bibliotecas ou blocos construtivos que já estão prontos, e mesmo os leigos terão condições de acompanhar os trabalhos.  O que é importante é criar uma visão profunda de uso das possibilidades da IoT no mundo real”, pontua Mauro.

Metodologia de EaD diferenciada

  • Material didático especial para curso online visando autonomia de estudo e autoaprendizagem;
  • Polos de apoio presencial em todo o Brasil;
  • Flexibilidade de horário e local de estudo;
  • Espaço Virtual de Aprendizagem próprio que potencializa a interatividade entre alunos e professores e a construção do conhecimento.

As mensalidades no R$ 295,00 se referem ao plano de pagamento em 18 parcelas, mas a UnisulVirtual dispõe de mais planos de parcelamento. As aulas começam no dia 13/03. Mais informações no site da Unisul.