Você sabia que além de produzir mel e auxiliar na preservação da biodiversidade, as abelhas também são importantes para o estudo da comunicação?

No século XX, o ganhador do Prêmio Nobel, Karl von Frisch descobriu que quando esse inseto encontrava flores com pólen era capaz de comunicar ao resto do enxame a posição onde estava.

O código é transmitido na forma de coreografia com um passo em ziguezague em uma determinada direção e de volta ao ponto inicial.

O ângulo da direção da dança em relação ao sol representa o rumo que deve ser seguido para encontrar as flores, e o movimento do abdômen, a distância.

Quanto mais rápido for esse movimento, mais distante estará a fonte de alimento.

No entanto, mais importante que saber os movimentos praticados, é perceber que esse conhecimento inspirou diversos teóricos importantes. Entre eles, Émile Benveniste, pesquisador da área da linguística, que dedicou parte do seu tempo a estudar e compreender as diferenças existentes entre a comunicação humana e a animal.

Quer saber mais sobre comunicação? Conheça nossa graduação em Comunicação Institucional.