Egresso está entre os vencedores do Prêmio Catarinense de Economia

O bacharel em Ciências Econômicas da UnisulVirtual, Carlos Henrique Gonçalves de Freitas, está entre os vencedores do 21º Prêmio Catarinense de Economia 2019 promovido pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-SC). Carlos conquistou o terceiro lugar na categoria estudante com a sua pesquisa sobre a “Tributação e Desigualdade: um estudo do impacto do ICMS sobre a renda na cidade de Uberlândia”.

A pesquisa resulta no trabalho de conclusão de curso (TCC) elaborado em 2018 sob orientação da professora Joseane Borges de Miranda, coordenadora de Ciências Econômicas. Carlos conta que escrever o projeto que meses depois concorreria ao Prêmio foi desafiador, porém positivo ao mesmo tempo.

“Tentar desenvolver um trabalho que permitisse unir um único texto a maior parte de contribuições de disciplinas estudadas ao longo de um período de tempo bem amplo era instigante. Mais adiante, foi também necessário obter dados empíricos de diversas agências brasileiras sobre o comportamento econômico dos agentes estudados no projeto. Foi muito interessante e gratificante”.

Ainda destaca a orientação da professora Joseane que foi imprescindível nesse processo. “Foi decisiva, pois permitiu definir de forma clara o formato do trabalho, objetivos compatíveis e valiosas contribuições sobre o conteúdo trabalho”.

A inscrição no Prêmio Catarinense de Economia representa uma forma de valorizar o diploma e de compartilhar aquilo que Carlos estudou e produziu. “Inicialmente perguntei a professora Joseane se ela achava que o trabalho tinha um nível adequado para ser submetido, como ela confirmou isso, submeti”, lembra.

Estar entre os três vencedores tem um significado muito especial pelo empenho individual de um aluno, a relevância do a importância do curso a distância e a gratidão por quem esteve presente na elaboração desse projeto. “O Prêmio é o reconhecimento extra de meu esforço e uma forma de agradecer a ajuda que recebi da Unisul em meu projeto de segunda certificação, em especial à professora Joseane, que sempre foi muito compreensiva e profissional ao longo do curso”, atribui Carlos.

Quanto ao potencial do ensino a distância, Carlos ressalta sua dedicação em cumprir os prazos, realizar as atividades de forma correta e aprender além do que era exigido no decorrer do curso. “O que desejo com essas palavras é afirmar que alunos do EaD devem ter claro para si que o curso oferece o básico necessário para em seu próprio ritmo e esforço, alcance mais”.

A publicação disponível para consulta no Riuni

O trabalho já soma mais 270 downloads e está entre os mais acessados no Repositório Institucional da Unisul (Riuni). A cerimônia de premiação está marcada para 16 de dezembro, durante a 12ª e última sessão plenária deste ano do Corecon-SC, no Lira Tênis Clube, Centro da Capital.