Entrevista com foco em competências assegura potencialidades

A entrevista, um dos principais critérios adotados pelos profissionais de recursos humanos nos processos de seleção, ao longo dos anos recebeu novas técnicas para aprimorar a avaliação do candidato e atualmente, foca nas competências.

O professor Thiago Coelho Soares, coordenador do curso de Gestão de Recursos Humanos da Unisul, explica que a entrevista com foco em competência consiste em aplicar perguntas relacionadas às situações que facilitem a análise por parte do recrutador.

“Ao invés de questionar se a pessoa é proativa, pode-se perguntar sobre os projetos desenvolvidos no emprego anterior. Isso amplia a margem de observação do avaliador e induz o candidato a uma resposta mais autentica, por exemplo. Assim, o recrutador pode conhecer o nível de comprometimento, além de inteligência emocional e também compreender os desafios enfrentados por esse candidato”.

O profissional de Recursos Humanos

No entanto, para que o recrutador realize os questionamentos adequados é necessário estar bem preparado para identificar as competências do profissional e não apenas desenvolver um diálogo.

“Por isso o profissional de RH tem que estar atento, identificando o padrão de respostas verdadeiras, as mentiras, os significados dos gestos, dos olhares do candidato, além de ter um repertório grande de perguntas. Para ter o domínio da dinâmica das interações sociais e as mudanças nos padrões organizacionais do candidato durante a entrevista”, destaca o professor Thiago.

Para atingir esse nível de preparo se torna imprescindível a formação profissional aliada às transformações do mercado e com a competitividade. Essa é uma das propostas do curso de Gestão de Recursos Humanos, ofertado no EaD da Unisul, que investe na qualificação, versatilidade e empreendedorismo. “No curso de Gestão de Recursos Humanos a gestão por competências é uma unidade de aprendizagem onde a entrevista com foco em competência é estudada e os alunos aprendem a elaborar e aplicar tal tipo de entrevista”, conclui.