EaD responde por quase 15% das matrículas no ensino superior

Evolução do número de alunos matriculados por modalidade de ensino

De acordo com dados do Censo da Educação Superior de 2010, divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério da Educação (MEC), a Educação a Distância (EaD) já responde por 14,6% das matrículas de graduação no ensino superior do País.

O Brasil tem 6,5 milhões de universitários, sendo 6,3 milhões em cursos de graduação e 173 mil na pós-graduação. Destes, quase 1 milhão de alunos estudam em cursos a distância. De acordo com o ministro da Educação, Fernando Haddad, a década 2001-2010 fecha mais do que dobrando o número de universitários no país.

O censo mostrou que a educação presencial e a distância atende pessoas com perfis diferentes. A idade média dos alunos matriculados em cursos presenciais, por exemplo, é de 26 anos. Enquanto isso, na educação a distância a média é 33 anos. Segundo Haddad, a educação a distância cresce e atinge outro público que de outra forma talvez não tivesse acesso à educação superior.

Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, o crescimento da modalidade a distância só não é maior porque o governo está dando “um ritmo” para que a expansão não ocorra em prejuízo da qualidade: “Na década de 1990 nós tivemos um crescimento (na educação presencial) que não estava bem administrado e nós não queremos que o mesmo aconteça com a EaD. O que queremos é um crescimento sustentável”, afirmou.

Ainda segundo ele, o percentual de matrículas na EaD no Brasil pode ser considerado baixo em relação a outros países em que a modalidade responde por mais da metade das matrículas.

Nos cursos presenciais, 3,9 milhões de matrículas estão no bacharelado, 928 mil nas licenciaturas e 545 mil na modalidade tecnológica, de menor duração. Já na educação a distância, as matrículas de licenciatura são 426 mil, de bacharelado, 268 mil, e nos tecnológicos, 235 mil.

A coleta de dados é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) anualmente e compreende informações sobre as instituições de ensino superior, cursos de graduação presencial e a distância, cursos sequenciais, vagas oferecidas, matrículas, número de estudantes ingressantes e concluintes. Traz, ainda, dados sobre os docentes – formação e titulação acadêmica, se atuam instituições públicas ou privadas, quantos são, entre outros dados.

Confira os principais resultados do Censo da Educação Superior 2010.

 Leia matéria completa no site do MEC.